domingo, 12 de abril de 2015

Guia de Viagem a Buenos Aires - Gastronomia - Dicas de Restaurantes


Descrição: http://multticlique.com.br/blog/wp-content/uploads/2012/03/425.jpg
Um dos melhores programas portenhos é se refestelar em sua culinária muy rica. Famosa pelos bifes altos e suculentos, sorvetes e empanadas, a gastronomia local também abraça tendências, vide a onda de parrilhas dry aged, processo de maturação que deixa a carne ainda mais macia. A conta, que em geral pode ser paga em dólares na cotação “turista” (entre o oficial e o blue), tende a sair a 50% do que cobraria um restaurante em São Paulo.

As batatas (fritas, assadas, cozidas) são o acompanhamento que nunca falta nos pratos porteños. Quem quiser outros acompanhamentos (massas ou saladas, por exemplo) deve solicita-los separadamente e vem em porções individuais. Além da ausência do arroz e o feijão, existem pratos similares entre o Brasil e a Argentina, mas feitos com outros temperos que podem chamar a atenção do comensal.

Clique em "Mais informações"

Comidas típicas argentinas:

Milanesas: o prato mais pedido em qualquer restaurante da cidade, elaborado com coxão mole ou patinho. Podem ser servidas simples ou “a la Napolitana” (Parmegiana).

Massas: de influência dos imigrantes italianos que chegaram à Buenos Aires no final do século 19, as “pastas” estão no cardápio de todos os restaurantes e lares da cidade.
 
Pizza: também da influência italiana, a pizza se converteu com o tempo numa parte fundamental da cultura gastronômica local. As pizzarias estão por todos os bairros da cidade.

Empanadas: de influência da época da colonização espanhola que trouxe junto a receita das antigas empanadas. Como os pastéis brasileiros, as empanadas podem ser fritas ou assadas no forno, com carne, queijo e presunto, queijo e cebola, frango, espinafre etc.

Dulce de leche: (doce de leite) é bem característico entre os portenhos com um sabor e consistência irresistíveis e de reconhecida qualidade.

Alfajor: O clássico argentino é feito com biscoitos recheados de doce de leite e cobertos por chocolate, entre outras variações. Muitas também são as marcas, algumas vendidas até em supermercados. A mais conhecida é a Havanna (www.havanna.com.ar), que já tem lojas e cafés no Brasil.
 
 Bife de Chorizo: é aquele prato típico que todos os turistas já ouviram falar e gostariam de degustar. Importante pedir ao garçom a carne no ponto desejado, pois o normal na cidade é vir mal passado.
 
Churrasco: não pode voltar da viagem sem ter experimentado o tradicional asado em qualquer uma das numerosas churrascarias, a menos que seja vegetariano.

Parrilla: Ao pé da letra, parrilla significa grelha, aquela grade onde ficam as carnes sobre a brasa da churrasqueira.  É também como argentinos e uruguaios, principalmente, se referem aos restaurantes que preparam as carnes dessa maneira, em uma parrilla na churrasqueira.

Na dúvida entre qual carne argentina escolher, vá de ojo de bife, notável corte do contrafilé, assado a punto.

Escolha aqui aonde vai se refestelar (necessário fazer reserva ou chegar com antecedência):

- La Cabrera – Cabrera, 5099 – Palermo - fone 4831-7002 – carnes maravilhosas. Estivemos lá no dia 20 de abril de 2015 e, na nossa opinião, é a melhor carne de Buenos Aires;
- Cabaña las Lilas - Avenida Alicia Moreau de Justo, 516 – Puerto Madero – fone 4313-1336 – Vale a pena pelo local (optar pelas mesas do lado externo do restaurante). O La Cabrera é muito melhor no preço e na qualidade das carnes.
- El Obrero – Agustín Cafferena, 64 – La Boca – fone 4362-9912 - carnes maravilhosas;
- La Brigada – Estados Unidos, 465 – San Telmo – fone 4361-4865 (concorrida parrilha com ambientação futebolística);
- Elena – Posadas, 1087 – Recoleta – fone 4321-1200 – Maturam a carne pelo processo dry aged (Hotel Four Seasons);
- Le Grill – Alice Moreau de Justo, 876 – Puerto Madero – fone 4331-0454 – Maturam a carne pelo processo dry aged (em frente a Puente da la Mujer);
- Oviedo – Beruti, 2602 – Bairro Norte – fone 4822-5415 – Pescados frescos;
- Tomo I – Carlos Pellegrini, 521 – Centro – fone 4326-6698 – Costeleta de cordeiro patagônico;
- Hernán Gipponi – Soller, 5862 – Palermo – fone 3220-6800 – Menu degustação no jantar, executivo no almoço e um brunch de seis etapas aos sábados e domingos;
- L’Orangerie – Alvear, 1891 – Recoleta – fone 4808-2100 – Brunch a moda local;
- El Baqueado – Chile, 495 – San Telmo – fone 4342-0802 – Carnes de jacaré e lhama são servidos em um menu de sete etapas;
- Casa Cruz – Uriarte, 1658 – Palermo Soho – fone 4833-1112 – o carpete de oncinha e os garçons são tão descolados quanto as receitas contemporâneas;
- Honor y Causa – Ángel Carranza, 1591 – Palermo – fone 911-3622-6947 – Receitas com nhoque de açafrão em um menu de desgustação;
- Uñaki – Moreno, 1341 – Recoleta - fone 4382-8486 – saboroso arroz de centolhas;
- El Boliche de Darío – Avenida Gaona, 1584 – Caballito - rodízio com todo tipo de cortes, além de empanadas e ótimas batatas fritas;
- Sarkis – Thames, 1101 – Palermo - Para degustar sabores árabes e armênios, Sempre lotado, o tradicional restaurante oferece iguarias como hummus, tabule e falafel ;
- 1810 – Julián Alvarez, 1998 - Empanadas, humitas e locro;
- Jauja - Federico Lacroze, 2239 – Palermo - excelentes sorvetes;
- Tarquino - Hotel Hub Porteño – Rodriguez Peña 1.967, Recoleta - fone 6091-2160 -cozido, preparado com frango, rabada, pancetta, abóbora, alho-poró, milho e tutano;
- Don Julio - Guatemala 4.699 - fone 4831-9564 - ojo de bife chico, bife de chorizo, corte do kobe bife (gado de origem japonesa);
- El Pobre Luis – Arribeños, 2.393 – Belgrano - fone 4780-5847 - Parrilla com perfil (diferente dos outros restaurantes).
- Parrilla Peña - Rua Rodríguez Peña, 682 - Empanadas, provoletas (um delicioso assado de queijo provolone, típico da culinária argentina), batatas fritas, asados e colitas de cuadril;
- Mary Carmen - Rua Llavallol, 5402 - Parrilla argentina ao estilo gourmet.
- Los Cabritos - Avenida Juan Bautista Alberdi, 6159 – Mataderos - parrilla argentina da região, com seu “asador criollo”, vacíos, costillares, leitões e cabritos.
- Los Talas del Entrerriano - Avenida Brigadier Juan Manuel de Rosas 1391, José León Suárez - asador criollo.
- La Raya - Avenida Ortiz de Ocampo 2566 – Avellaneda – Palermo - A churrascaria que hoje faz parte da história gastronômica da cidade;
- Pizzaria Kentucky - Palermo: Av. Santa Fé 4602, Flores: Av. Rivadavia 7002 - a verdadeira pizza  de Buenos Aires acompanhada de um copo de cerveja;
- Bodegones - Caffarena 64 - bife à milanesa com ovo frito,  e raviólis à bolonhesa.
- Los Sabios - Avenida Corrientes, 3733 - comida vegetariana, macrobiótica e vegetariana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário