sábado, 14 de fevereiro de 2015

Guia de Viagem a Paris - Roteiro de Compras


Faz cinco séculos que a França se especializa no universo dos artigos de luxo. A Revolução Francesa, além de por fim a monarquia, impulsionou este mercado.

Faça uma incursão pelas lojas mais reluzentes de Paris. O endereço mais procurado é o chamado Triângulo de Ouro, formado pelas avenidas Montaigne, George V e Champs-Élyées e pela Place Vendôme, reduto das joalherias mais caras do mundo. Se você é daqueles ou daquelas que têm euros no bolso e nos cartões, aproveite. Caso contrário, depois de conferir as vitrines do luxo, vá à farra e aproveite os mercados das pulgas e as liquidações arrasadoras que tomam conta de Paris.

Não existe tradução para o francês da palavra “barato”. Também não significa voltar para o Brasil sem algumas compras e lembranças para os parentes e amigos.


Veja algumas dicas:
- Visitar a cidade no início de janeiro ou no fim de junho, épocas das liquidações ou saldos. Os períodos de promoção são regulados por lei municipal, aplicando-se os descontos em todas as lojas. 30% de redução no início e até 70% no final.
- Quem procura cremes Lancôme ou maquiagem Chanel vai pagar caro em qualquer lugar do mundo. Pode-se optar por produtos similares vendidos nas parapharmacies, como as marcas Vichy, La Roche Posay e Roger et Gallet.
- Vasculhe as pontas de estoques, chamados de dépot-ventes, e vai encontrar peças Chanel e Yves Saint Laurent pela metade do preço.
- Vá até as lojas de fábrica. Apesar da distância, vale a pena ir nas cidades de Marne-la-Vallée e Troyes. A primeira é acessível pela linha RER A e tem um Outlet do mesmo nome. Você já passa dentro de um shopping para acessar o Outlet. Já Troyes fica na região de Champagne, um pouco afastada de Paris. Tem três shoppings de descontos, porém só vale a pena se de fato for comprar. Para olhar vitrines, fique em Paris.
- Peça o Détaxe. Turistas de fora da União Européia têm direito a restituição do imposto pago para compras acima de 175 euros, por dia e por loja. Para tal é importante, sempre que possível, concentrar as compras em um único estabelecimento. Peça a vendedor o formulário de reembolso, preenchido pela loja e assinado pelo comprador. O formulário, juntamente com as notas de compras, deve ser apresentado no aeroporto no dia de retorno ao Brasil.

Roteiro de compras em Paris
 Veja em "Mais Informações"

Boulevard Haussmann
As opções em lojas de departamentos são duas instituições francesas: a Au Printemps e a Galleries Lafayette. Ambas localizam-se praticamente lado a lado, atrás da Ópera Garnier.
Metrô: Chaussée d’Antin-Lafayette, Opéra e Havre-Caumartin

St. Honoré
Yves-St.-Laurent, Dior, Hermès e Missoni, Miu Miu, Lanvin, Givenchy, Prada, Alberta Ferretti, Gucci etc. Em frente à Gucci tem uma Ladurée. Vale a pena parar para comer os melhores macarons do mundo.
Metrô: Concorde e Madeleine

Avenue Montaigne
Fendi, Chanel, Jimmy Choo, Armani, Valentino, Ungaro, Prada, Salvatore Ferragamo, Ralph Lauren, Dolce et Gabbana, Gucci, Nina Ricci, Dior.
Metrô: Alma-Marceau e Franklin D. Roosevelt
 
Montblanc, Louis Vuitton, Cartier, Hugo Boss, l’Occitane, H&M, Zara e Swatch.
Metrô: George V, Franklin D. Roosevelt e Charles de Gaulle-Étoile

Rue du Rivoli
Forever 21, Zara, H&M, GAP, Mango, BHV, entre outras.
Metrô Louvre-Rivoli

Saint-Germain-des-Prés
Estilistas como Balenciaga, Stella McCartney, Marni, Chloé, H&M, entre outras.
Metrô: Saint-Germain-des-Prés, Mabillon e Odeon
 
Os Mercados das Pulgas de Paris
Em Paris existem três mercados das pulgas ou Marché aux Puces: Saint-Ouen, Montreil e Vanves.
O mais importante é Saint-Ouen. É um conjunto de 14 marchés onde você encontra jóias, quadros, livros raros, objetos de antiguidades, moda, artesanato etc.
Esqueça a palavra “Mercado”. Você não vai encontrar aquelas velharias, peças quebras, oxidadas etc. O local é muito organizado e chega a ser sofisticado.
Veja, de forma simplificada, o que encontrar em cada um deles e acesse o site Marché aux Puces:
Marché Antica - vários stands de decoração, com tapetes, bibelôs e objetos de arte dos séculos 18 e 19.
Marché Biron – é um dos mais antigos e prestigiado mercado, com mais de 220 antiguidades, jóias, quadros e cerâmicas. Especialista em mobiliário Napoleão III.
Marché Cambo 30 stands divididos em dois andares, com móveis dos séculos 18 e 19, objetos de arte, instrumentos musicais antigos e objetos de decoração Art Nouveau.
Marché Dauphine – com 180 stands, é um dos maiores mercados do Marché aux Puces. Tem objetos de arte e móveis dos séculos 18 e 19, relógios, jóias, música, livros raros etc.
Marché Jules Vallès - mercado muito tradicional com 120 stands. Você encontra armas antigas, objetos em bronze, livros e discos.
Marché le Passage - liga a rua Jules Valles a rua Lecuyer. Bibelôs, objetos insólitos, quadros, objetos chineses.
Marché Malassis – tem mais estilo de galeria comercial, de antiguidades até a arte contemporânea, objetos orientais, livros, brinquedos, fotografias, esculturas.
Marché Malik – especializado em roupas e acessórios. Frequentado pelo público jovem, você encontrará moda e tendências.
Marché de  l’Entrepôt - antiguidades curiosas como quiosques de jardins, estantes, escadas etc.
Marché Paul Bert Serpette – Mais de 130 stands, com móveis, tecidos, azulejos, gravuras e desenhos antigos.
Marché Vernaison - ideal para encontrar raridades, mas muitas mercadorias são vendidas sem restauração.
Visite também os Marchés des Rues e L’Usine& Lécuyer.
Se gosta deste tipo de mercado, reserve um dia para visita-lo.
Metrô – linha 4 estação Porte de Clignancourt / linha 13 estação Garibaldi.
Ônibus – 56, 60, 85, 95, 137, 166, 255.
Horários: Sábado 9h à 18h - Domingo 10h à 18h - Segunda-feira 10h à 17h.
 
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário