domingo, 2 de novembro de 2014

Guia de Viagem a Londres - Dicas das Principais Atrações Turísticas de Londres



Victoria& Albert Museum
É o maior museu de design do mundo, com uma coleção de moda desde 1600 até hoje. Tecidos, jóias de Lalique, Cartier, Tiffany, de Josephine de Napoleão, pinturas, fotografias, gravuras, acessórios de moda, são alguns dos itens que podem ser encontrados.
Entrada grátis.

Horário: Todos os dias de 10.00 a 17.45 horas. As sextas de 10.00 a 22.00 horas. Fechado nos dias 24 a 26 de dezembro.

Metrô: South Kensington

Endereço: Cromwell Road SW7 2RL - www.museumofchildhood.org.uk



Veja todas as atrações clicando em "Mais informações", abaixo.


Museu de Sherlock Holmes
O Dr. Watson recebe os visitantes e lhes apresenta a residência. Com exceção do detetive mais famoso da literatura, está tudo lá: o violino, o cachimbo, a poltrona, a lareira, os livros, os tubos de ensaio e todo o universo residencial de um personagem que fez da lógica sua maior arma.

Sherlock Holmes e Dr. Watson viveram em Baker Street nº 221b entre 1881-1904, segundo as estórias escritas por Sir Arthur Conan Doyle. A casa foi habitada pela última vez em 1936 e o famoso estúdio no primeiro andar com vista para Baker Street é religiosamente mantido tal como era no período Victoriano.

Horário: todos os dias (exceto no dia de natal) 9.30 – 18 Horas.

Ingressos: Adultos £8 - Crianças (menos de 16) £5.
Endereço: 221b Baker Street NW1 6XE -  curator@sherlock-holmes.co.uk
Metrô: Baker Street
Fone: 020 7224 3688
Royal Albert Hall
É dos salões de espetáculos mais famosos do mundo. Inaugurado pela rainha Victoria em 1871, tem capacidade para mais de 8.000 pessoas e acolhe mais de 360 eventos, que incluem música clássica, jazz, world music, circo, rock, pop, ópera, dança, comédia e tênis.
Desfrute de passeios diurnos, uma loja, um café, almoço jazz e world music no Café Consort e uma série de exposições gratuitamente.
Endereço: Kensington Gore, London SW7 2AP.
Fone: 20 7589 8212
Metrô: South Kensington (Circle, District e Piccadilly Lines), High Street Kensington (Circle e District Lines) ou Gloucester Road (Circle, District e Piccadilly)
Imperial War Museum
Fundado em 1917, é um museu fantástico, com salas que contam história das diferentes guerras em que o Império Britânico esteve envolvido. Pode ser considerado um dos melhores museus de Londres. Não deixe de visitar a sala do Holocausto.
Endereço: Lambeth Road SE1 6HZ
Telefone:  020 7416 5000
Metrô: Lambeth North (Bakerloo Line) – 8 minutos a pé.

Notting Hill
Andando pelas ruas de Notting Hill você descobrirá por que vários filmes foram rodados aqui. As encantadoras ruas de paralelepípedos com casas vitorianas coloridas são a marca registrada daqui. As lojas e os antiquários cheios de estilo satisfazem quem procura por bom design. O mercado da Portobello Road é animado, inconfundível e com charme de sobra.
Metro: Notting Hill Gate

Convent Garden
É famosa pelo comércio, pelo cenário cultural efervescente e pela praça central. Artistas de rua também fazem parte do cenário. O lugar já figurou incontáveis vezes no cinema e em comerciais de TV. Nas cercanias, existem mais de 60 pubs e bares, além de 13 teatros.
Metro: Convent Garden

Gherkin
O “30 St Mary Axe” é um edifício londrino que facilmente se destaca dentre os demais, com seu formato e seus 180 metros de altura, em meio à arquitetura clássica e conservadora típica da capital inglesa. É o sétimo arranha-céu mais alto de Londres, com 40 andares. Pertence à Swiss Reinsurance Company, uma das maiores companhias de seguros e resseguros do mundo. Ele recebe informalmente o nome de Gherkin, que significa “pepino” em inglês.
Endereço: 30 St Mary Axe, EC3A 8EP
Informações: 020 7071 5008
Metrô: Aldegate
British Museum
Ao longo de sua vida, o médico, naturalista e colecionador, Sir Hans Sloane (1660-1753), recolheu mais de 71 mil objetos que ele queria ver preservados após a sua morte. Assim, ele legou toda a sua coleção ao rei George II, para a nação, em troca de um pagamento de £ 20.000 a seus herdeiros. O presente foi aceito, e em 07 de junho de 1753 uma lei do Parlamento estabeleceu o Museu Britânico.
Atualmente, mais de 8 milhões de peças estão expostas e o museu recebe aproximadamente 6 milhões de visitantes por ano. É considerado o mais antigo e um dos mais importantes do mundo.
A visita é obrigatória, para os curiosos e estudiosos, e pode levar alguns dias para conhecer o acervo. Veja abaixo alguns, que certamente, você terá interesse em conhecer:
- Mármores Elgin: esculturas do Parthenon de Atenas - Grécia;
- A maior coleção egípcia, fora do Egito (múmias e seus esquifes);
- Pedra de Roseta: descoberta pelas tropas de Napoleão, no Egito, foi a chave para a compreensão dos hieróglifos pelo professor francês Champollion;
- Os fantásticos bronzes do Benin;
- O homem de Lindow, uma múmia de mais de 2 mil anos;
- Tesouros de lugares distantes, como uma estátua da Ilha de Páscoa;
- A Great Court, uma cobertura de aço e vidro, cercando a antiga sala de leitura da biblioteca, onde Karl Marx escreveu os conceitos fundamentais de O Capital;
- Os relevos assírios do Palácio de Nínive, vindos da Mesopotâmia;
- Peças da China Imperial.
O seu acervo permanente conta ainda antiguidades egípcias, gregas e romanas, máscaras astecas, moedas do período helenístico, e muito mais.
Endereço: Great Russell Street, London WC1B 3DG – Fone: 20 7323 8299
Estações de metrô (Tube): Tottenham Court Road (Northern e Central Line), Holborn (Piccadilly e Central Line) e Russell Square (Piccadilly Line).
Ingresso: Gratuito.
Horários: Diariamente, das 10h às 17h. Nas sextas até as 20:30 horas.
Buckingham Palace
Era uma grande casa do Duque de Buckingham adquirida pelo Rei Jorge III, em 1762. O Palácio tornou-se a residência oficial da monarquia britânica em 1837, com a ascensão da Rainha Vitória.
O Palácio de Buckingham é a residência oficial da rainha Elizabete II em Londres, embora ela se sinta em casa no Palácio de Windsor. Os 77 mil metros quadrados de área construída foram erguidos ao longo de mais de 75 anos.
Durante o verão, alguns salões são abertos à visitação pública. Mesmo que não vá visitar o interior do palácio, vá conferir a troca da guarda (com manobras militares, marchas clássicas e músicas populares), que ocorre diariamente às 11:30 da manhã, entre os meses de maio a julho, e em dias alternados no resto do ano. Em dias chuvosos o evento não é realizado.
Para saber se a rainha está no palácio, observe uma bandeira de cores laranja, azul e amarelo hasteada no teto do palácio.
Endereço: Buckingham Palace, London SW1A 1AA – Reservas: 20 7766 7300
Horários: Visitas aos salões nos meses de agosto e setembro, nas férias da rainha. Os ingressos, com hora marcada, podem ser adquiridos em uma bilheteria no Green Park.
Metrô: Estação Victoria (Circle, District e Victoria Line), St James’s Park (District e Circle) e Green Park (Jubilee, Piccadilly e Victoria Lines)

Tate Modern
A Tate Modern é a mais famosa galeria de arte moderna de Londres, e fica em uma antiga usina de energia elétrica de Bankside, reformada pelos arquitetos suíços Jacques Herzog e Pierre de Meuron, em frente a Milennium Bridge, às margens do rio Tâmisa, oposta a bela Catedral de St. Paul’s.
As obras expostas nos seus sete andares incluem grandes nomes, como Picasso, Dalí, Mondrian, Monet, Miró, Jean Arp, Umberto Boccioni, Giorgio de Chirico, Natalya Goncharova e muitos outros importantes artistas.
A melhor entrada é pela rampa oeste, onde se pode observar o estupendo turbine hall, usado para exibir uma imensa e alucinante instalação.
Endereço: Bankside – Fone: 20 7887 8008
www.tate.org.uk
Horários: Segunda a quinta, das 10h às 18h. Sexta e sábado, das 10h às 22h
Estação de metrô: Southwark (Jubilee Line) ou Blackfriars (District e Circle Lines)
Ingresso: Gratuito

National Gallery
O acervo teve inicio em meados do século 19 com as doações de colecionadores particulares como John Julius Angerstein e Sir George Beaumont. Posteriormente, Sir Charles Eastlake e Sir Robert Peel ampliaram o rol de pintores italianos, flamencos e holandeses.
Situada em plena Trafalgar Square e com um acervo de mais de 2,3 mil pinturas, é considerada uma das mais importantes galerias de arte do mundo e retrata sete séculos de história da arte europeia.
Estão expostas pinturas de artistas como Leonardo da Vinci, Botticelli, Caravaggio, Raphael, Michelangelo, Monet e Van Gogh, além de Vênus e Marte, de Botticelli, As Bodas do Casal Arnolfini, de van Eyck, The Fighting Temeraire, de Turner, e A Ceia em Emaús, de Caravaggio.
Pôsteres, cartões postais, brinquedos e livros podem ser adquiridos em loja do museu.
Endereço: Trafalgar Square – Fone: 20 7747 2885
www.nationalgallery.org.uk
Horários: Segunda a sexta, das 10h às 18h. Sábado até às 21:00 h. Fechado nos dias 24 a 26 de dezembro e 1 de janeiro.
Estações de metrô: Charing Cross (Northern e Bakerloo Lines).
Ingresso: Gratuito.

Natural History Museum
Fundado em 1881, o museu possui itens de Botânica, Entomologia, Mineralogia, Paleontologia e Zoologia. Pode ser considerada uma atração imperdível de Londres.
Ótima oportunidade para conhecer um pouco mais sobre a história natural do planeta, terremotos, genética, astronomia, sustentabilidade, corpo humano, mamíferos gigantes e também sobre os dinossauros. Os fósseis completos de animais pré-históricos são realmente impressionantes, além de outras atrações do museu, como a exibição “The Power Within”, onde você pode ter a sensação de viver um terremoto.
Entre as 10 mil peças expostas, chamam à atenção as ossadas originais do Paraphysornis brasilienses (que habitou a região do Vale do Paraíba há 23 milhões de anos) e da preguiça-gigante.
Em função da proximidade, podem-se combinar visitas ao Museu de Ciências, ao Victoria& Albert e ao Kensington Gardens.
Endereço: Cromwell Road, SW7
www.nhm.ac.uk
Entrada: Gratuita.
Visitação: Diariamente, das 10h às 17h50 (última entrada às 17h30).
Estação de metrô: South Kensington (Circle, District e Piccadilly Line).


 
Hyde Park
Todos os anos milhões de londrinos e turistas visitam o Hyde Park, um dos oito parques reais da capital, com uma extensa área de 350 hectares. Palco favorito dos londrinos para demonstrações políticas, concertos de rock ou para descansar corpo e mente.
Além de reunir a fauna e a flora mais afamada da capital britânica, o parque também oferece diversas atividades recreativas, incluindo também ciclismo, ténis e equitação.
As principais atrações do parque são:
- Marble Arch – construído, em 1828, como entrada triunfal do Palácio de Buckingham;
- Serpentine Lake – extenso lago onde se pode praticar natação, canoagem e patinação em épocas de frio intenso;
- Speaker’s Corner - tradição das manhãs de domingo, onde as pessoas discursam, com respeito, sobre o que quiserem;
- Diana Memorial Fountain – homenagem a Princesa Diana, é uma fonte em forma de anel oval construído em granito branco;
- Serpentine Bar and Kitchen e The Lido Bar and Café – Restaurantes e Cafés.
Endereço: Lancaster Gate - Acessos pelo Marble Arch e Hyde Park Corner;
Fone: 20 7298 2100
www.royalparks.gov.uk
Entrada: Gratuita.
Visitação: Diariamente, das 5h à meia-noite.
Estação de metrô: Marble Arch (Central Line), em um extremo, e Hyde Park Corner (Piccadilly Line)

London Eye
A London Eye (Olho de Londres), também conhecida como Millennium Wheel, é uma roda-gigante com 135 metros de altura e serve como um observatório da cidade. Foi inaugurada no ano de 1999 para a celebração da virada do milênio e tinha um tempo de existência pré-programado de cinco ano, quando seria desmontada. Mais tarde tornou-se um marco e já faz parte da história como um grande monumento enraizado na paisagem de Londres.
São 32 cápsulas que comportam até 800 pessoas, 25 cada, e leva exatos 30 minutos por cada volta. No topo você terá uma vista de 360 graus, vendo os principais pontos de interesse da cidade. O ingresso também dá direito a “Experiência em 4 Dimensões”, em 3D, com uma quarta dimensão, a das sensações, com efeitos de chuva, neve e vento.
Endereço: Riverside Building, County Hall, Westminster Bridge Road, London SE1 7PB (em frente ao Tâmisa e ao Big Bem, ao lado da London Dungeon e do Aquário de Londres).
Fone: 020 781 3000
Entrada e horários: www.londoneye.com
Estações de metrô: Waterloo (Bakerloo, Northern, Waterloo & City e Jubilee Lines) e Westminster (Jubilee, Circle e District Lines)


Science Museum
O Museu de Ciências é ideal para casal com crianças. São mais de 300 mil itens, incluindo máquinas tão fascinantes quanto a “The Rocket” (locomotiva de Stephenson de 1829), o primeiro protótipo do Relógio Long Now e a cápsula original do Apollo 10. Algumas exibições especiais temporárias são cobradas, assim como o IMAX 3D Cinema e os simuladores.
Além da exposição, o museu tem loja de brinquedos, livro e acessórios que vão agradar a todos os visitantes.
Entrada: Gratuita.
Visitação: das 10h às 18h, diariamente (fechado de 24 a 26/12)
Endereço: Exhibition Road, SW7 2DD (metrô South Kensington)
www.sciencemuseum.org.uk
Estação de metrô: South Kensington e Gloucester Road (Circle, District e Piccadilly Lines)
Madame Tussauds
Museu de Cera mundialmente famoso, com origem em Londres e franquias espalhadas em 12 países. Você verá estátuas perfeitas (parecem vivas), de grandes estrelas do mundo artístico e personalidades históricas, como os Beatles, Churchill, Gandhi, Elizabeth II, o Príncipe Charles e o casal Kate e William.
O Madame Tussauds faz parte do grupo Merlin, que controla outras atrações turísticas de Londres, como a London Eye, a London Dungeon e o London Aquarium. Por esta razão, são concedidos descontos na compra do combo com duas ou mais dessas atrações.
Endereço: Marylebone Road, Londres NW1 5LR, Reino Unido
Metrô: Baker Street (Bakerloo, Circle, Hammersmith & City, Jubilee e Metropolitan Lines)
Ingressos e horários: http://www.madametussauds.com/london/buytickets/

St. Paul’s Cathedral
A Catedral Anglicana de São Paulo é de relevância histórica e a sede do Bispo de Londres. Tornou-se ainda mais conhecida após o casamento, em 1981, do Príncipe Charles com Diana. Sua cúpula, projetada por Sir Christopher Wren, substituiu o tempo destruído pelo grande incêndio de 1666, e é uma das maiores do mundo e a maior igreja de Londres.
Os mais relevantes eventos da capital britânica aconteceram na St. Paul’s, entre eles, estão os funerais de Lorde Nelson, do Duque de Wellington, de Sir Winston Churchill e de Margaret Thatcher, as celebrações do Jubileu da Rainha Victoria, dos anúncios de paz após a Primeira e a Segunda Guerra e o Jubileu de Diamante da Rainha Elizabeth II.
O visitante que paga ingresso tem direito a subir na cúpula da igreja, visitar as capelas, a galeria dos sussurros e os túmulos de heróis britânicos.
Endereço: Saint Paul’s Church Yard, London EC4M 8AD
www.stpauls.co.uk
Estações de metrô: St. Paul’s (Central Line) ou Mansion House (Circle e District Line)
Ingresso: Adulto 16,00 / Criança, 7,00.
Horários de visitação: Segunda a sábado, das 8h30 às 16h. Domingo, apenas orações.


Tower of London
A Torre de Londres talvez seja a construção britânica que abrigue o maior número de histórias. Fundada às margens do Rio Tâmisa para ser inicialmente uma fortificação e residência da monarquia, a Torre teve sua função alterada diversas vezes ao longo dos anos.
Atualmente, o lugar não apresenta apenas uma torre, mas 20 delas, construídas ao longo de inúmeros reinados. Foi casa da Moeda, Mostra dos Animais do Reino e até uma prisão, local de execuções e tortura. Hoje é a casa das Joias da Coroa, Patrimônio Mundial da UNESCO e um dos lugares mais visitados pelos turistas que desejam conhecer a história de Londres.
Endereço: London EC3N 4AB, United Kingdom
Estação de metrô: Tower Hill (Circle e District Line)
Ingressos e horários: www.hrp.org.uk


Westminster Abbey
A Abadia de Westminster é uma das igrejas mais importantes, imponentes e turísticas do Reino Unido. Em estilo gótico, é famosa mundialmente por ser o local de coroação da monarquia e de casamentos concorridos.
Com mais de 700 anos de história, é um passeio pela história da Inglaterra e do Reino Unido. Reis, rainhas, William Shakespeare, Sir Isaac Newton e Charles Darwin estão sepultados na Abadia, além de contar também com memoriais ligados a outros nomes importantes.
Em abril de 2011, o mundo voltou seus olhos para o local, onde foi realizado o casamento do Príncipe William com Kate Middleton.
Ingressos e horários: http://www.westminster-abbey.org/visit-us
Estação de metrô: Westminster (Jubilee, Circle e District Lines)

Museum of London
O Museu de Londres apresenta nove galerias gratuitas que contam a história da cidade desde seus primórdios, antes da invasão romana e do nome Londinium.
O museu conta a história de Londres de uma maneira muito organizada, divertida e surpreendente.
Ingresso: Gratuito (exposições temporárias podem ser cobradas)
Horários: Todos os dias, das 10h às 18h (Não abre do dia 24 ao dia 26 de dezembro)
Endereço: London Wall, London EC2Y 5HN.
http://www.museumoflondon.org.uk/london-wall/
Estações de metrô: Barbican (Circle, Hammersmith & City e Metropolitan Line), St Paul’s (Central Line)

The Monument
The Monument é uma coluna dórica construída para lembrar o desastre do Grande Incêndio de Londres(começou em 2 de setembro de 1666 e terminou três dias depois), e celebrar a reconstrução completa da cidade. Situado na junção da Monument Street com a Street Hill, o monumento foi construído entre 1671 e 1677, com pedra Portland. A altura de 61 metros, contando a urna dourada no topo, equivale à distância, ao leste, da padaria onde o incêndio começou, em Pudding Lane.
O memorial foi desenhado pelo arquiteto Sir Christopher Wren, também responsável pela St. Paul’s Cathedral, e seu colega, Dr. Robert Hooke. No topo, uma urna da qual saíam chamas que simbolizavam o incêndio. Pouco abaixo, uma plataforma de visualização, que após seis suicídios, entre 1788 e 1842, o governo britânico decidiu suspender a visitação e fechá-la com grades.
Ingressos e horários: http://www.themonument.info/visitor-information.html
Endereço: na junção da Monument Street com a Street Hill
Metrô: Monument (Circle e District Line) ou London Bridge (Northern e Jubilee Line)
Tower Bridge
Inaugurada em 1894, sobre o Rio Tâmisa, foi construída ao lado da Torre de Londres e se tornou ao longo dos anos um dos pontos turísticos mais visitados e fotografados da cidade. Destaque em vários filmes, como O Retorno da Múmia e 007 – O Mundo Não é o Bastante, a Tower Bridge completa 120 anos em abril.
A Tower Bridge é uma ponte basculante. Possui 244 metros de comprimento e duas torres, cada uma com 65 metros de altura. Sua arquitetura segue os traços da Torre de Londres. Todo dia, ela é cruzada por 40 mil pessoas, contando indivíduos em veículos e a pé. Em média, a ponte se eleva 1 mil vezes por ano para as embarcações no Rio Tâmisa.
A torre ganhou duas passarelas de vidro para pedestres, a 42 metros de altura, para travessias entre as torres vitorianas. Você verá o movimento do rio Tâmisa e a abertura para a passagem de barcos. A entrada custa 9 libras e inclui a visita a antiga casa de máquinas.
Endereço: Tower Bridge Rd, Southwark, London SE1 2UP
Estação de metrô: Tower Hill (Circle e District Lines)

Sea Life London Aquarium
O Aquário de Londres tem a maior quantidade de animais marinhos do Reino Unido (milhares) que nadam em 2 milhões de litros de água. Todo ano, mais de 1 milhão de visitantes observam tubarões de 12 espécies diferentes, encantam-se com os pinguins Gentoo na Ice Adventure e divertem-se com os Clown Fish que passeiam por ali.
Endereço: County Hall, Westminster, Bridge Road, London, SE1 7PB
Estações de metrô: Westminster e Waterloo
Ingressos e horários: http://www.visitsealife.com/london/

 

Camden Town
Localizado no norte da cidade, onde morava a Amy Winehouse, tem um pouco de tudo, para todos os gostos. Lá, você verá punks, roqueiros, góticos e os mais diversos estilos de gente “alternativa”. Existem diversos mercados e mais charmoso é o Camden Lock Market, que tem lojas vendendo de tudo, literalmente, e também comidas dos mais diferentes lugares do mundo, preparadas na hora, por preços bem baixos. Se tiver tempo, não deixe de conferir a Cyberdog (provavelmente a loja mais louca que verá na vida) e de tomar uma cerveja no Lock 17 ou no Lock Lounge, dois pubs super charmosos, que ficam às margens do canal que corta o bairro.
Entrada: Grátis
Metrô: Camden Town

Trafalgar Square
A Trafalgar Square é a principal praça de Londres, e lá ficam alguns pontos de interesse importantes, como a National Gallery e Nelson’s Column (monumento ao General Nelson, que liderou a Inglaterra na guerra que venceu Napoleão). A praça é movimentada a qualquer hora do dia e suas fontes e imensos leões de ferro atraem multidões de turistas.
Metrô: Charing Cross (Bakerloo e Northern Line)

 

Palácio de Westminster (Big Ben)
É a atração mais famosa de Londres. No palácio ficam as Casas do Parlamento e a torre do relógio Big Ben. A estrutura é uma das mais reconhecidas no mundo, e a sua arquitetura gótica, rica em detalhes, vem encantando pessoas de todo o mundo há vários séculos.
Entrada: Grátis
Metrô: Westminster
Greenwich
A área de Greenwich é um lugar cheio de história e de belíssimos prédios. É lá que fica o meridiano imaginário de Greenwich, que demarca a hora zero no mundo, e prédios importantes, como o Museu Marítimo, dedicado às glórias da exploração ultramarina da Inglaterra. Vale a pena visitar também o Greenwich Park, que tem panoramas impressionantes de Canary Wharf, o segundo centro financeiro de Londres. Em Greenwich, encontra-se também Cutty Sark, o famoso navio mercador que trazia chá do oriente, preservado até hoje.
Entrada: Grátis
Shard London Bridge
Shard London Bridge é um arranha-céu em forma de pirâmide inaugurado em 5 de julho de 2012 em Southwark. Com mais de 310 metros de altura, é o edifício mais alto da Europa e da União Europeia, desde dezembro de 2011. Com um terraço panorâmico e uma galeria ao ar livre, foi projetado com uma forma triangular irregular a partir da base até o topo e revestido inteiramente de vidro.
Endereço: 32 London Bridge St, London SE1 9SG, Reino Unido.

Metrô: London Bridge (Jubilee Line; Northern Line)

Abbey Road
Se você é apaixonado pelos The Beatles e quer sua foto na faixa de pedestre, que é capa do álbum Abbey Road, e em frente aos estúdios onde a banda fazia as suas gravações, seu destino é a estação St. John’s Wood, da linha Jubilee do metrô, e não a estação Abbey Road da DLR, que é um trem de superfície, que fica a leste de Londres e bem distante do destino desejado.
Saindo da estação St. John’s Wood, siga em frente pela Grove end Road. Em dois minutos você estará no Abbey Road Studios.

Após as fotos, siga em frente na Abbey Road e entre na Hill Road, dobre a direita na Nugent Terrace, siga pela Violet Hill chegando a St. John’s Wood Collectables, loja especializada em Beatles, Floyd, Hendrix, Led Zepellin (na 231 Baker Street, junto ao Museu de Sherlock Holmes, também tem a London Beatles Store).

Nenhum comentário:

Postar um comentário